Para uma melhor experiência por favor altere o seu navegador google CHROME, o FIREFOX, o OPERA ou o Internet Explorer.
Carros Volkswagen Gol

Volkswagen Gol GTS 1991

R$120.000

Descrição
Preço : R$120.000
Tipo : Venda
Data : 05/05/2021
Ano : 1991
Cor : Prata
KM : 86925
Transm. : Manual
Motor : 1800
Comb. : Gasolina
Opcionais : Aceito Troca,Ar Condicionado,Ar Quente,Chave Cópia,Desembaçador Traseiro,Limpador Traseiro,Retrovisor Elétrico,Rodas de Liga Leve,Som original,Trava Elétrica
Localização : Bento Gonsalves, Rio Grande do Sul

Volkswagen Gol GTS 1.8S 1991/1991 na cor Prata Lunar. Veículo em raro estado de conservação, com bancos RECARO, manual do proprietário original, chave reserva, ar condicionado gelando, vidros, travas e espelhos elétricos! Este veículo possui 86.925 km rodados, sendo que teve apenas uma pintura externa para deixar o seu visual ainda mais belo, já que antes disso, possui 90% da pintura original. O interior do veículo ainda é original de fábrica.

Motor 1.8 (1781cm3), Longitudinal e 4 cilindros em linha, potência de 97 cv a 5.600 RPM; torque de 15,6 kgfm a 2.600 RPM, carburação de corpo duplo, câmbio de 5 marchas, tração dianteira, freios dianteiros a disco e traseiros a tambor.

O primeiro Gol invocado foi lançado em 1984 e se destacava logo de cara pelo visual: para-choques pretos, grade na cor da carroceria, faróis com luzes de seta nas laterais (herdados do Voyage, que seriam aplicados no resto da linha no ano seguinte) e rodas de liga leve aro 14″ compunham o pacote. E tudo era puxado pelo valente motor 1.8. Finalmente o Gol recebia o tão esperado motor refrigerado a água, mesmo que fosse só na versão esportiva. Com suspensão mais firme e adequada à proposta, o único porém do GT ficava por conta do câmbio de apenas quatro marchas. Algo que a VW corrigiria em pouco tempo ao oferecer o de cinco velocidades.

Por dentro, a esportividade ficava evidente pelos bancos Recaro com ótimos apoios laterais, painel de instrumentos completo (que incluía até vacuômetro), volante de quatro raios e revestimentos exclusivos.

A partir do GT, o Gol enterrava de vez o estigma de carro fraco, marcado pelo lançamento equivocado do modelo com motor 1.3 a ar. Equipado com o propulsor 1.8 de 99 cv e 14,8 kgfm de torque, que tinha comando de válvulas “bravo” emprestado do Golf GTi alemão, o pequeno Gol, que no lançamento foi criticado pelo fraco desempenho, passava a acelerar de 0 a 100 km/h em 9,7 segundos e alcançar velocidade máxima de 180 km/h. Era a resposta da VW ao recém-lançado Ford Escort XR3.

Com a reestilização da família Gol em 1987, a versão GT passou a se chamar GTS e ganhou mudança no estilo para se distinguir. Assim como antes, o esportivo adotava faróis maiores como no Voyage, mas agora haviam novas rodas de liga leve, aerofólio, grandes molduras laterais e faróis de neblina integrados ao para-choque, que passou a ser envolvente.

Uma curiosidade sobre a versão esportiva do Gol: a VW usava o motor 1.8 com comando “bravo” somente no GT, diferente do Voyage Super, que tinha o comando manso e 94 cv de potência. Embora a marca divulgasse que o Gol GT/GTS entregava 97 cv, na verdade a potência era maior, algo em torno de 105 cv. Tudo para não entrar numa faixa de tributação superior, que deixaria o carro ainda mais caro.

*As informações compartilhadas neste espaço são de responsabilidade do anunciante.

 


Avaliar

Anúncios Similares
Topo